Últimos itens
  • O carrinho está vazio
R$ 0,00
0
Newsletter
Cadastre-se e receba nossas novidades.

Nossa História

A Dedobrinquedo e a pequena história de amor dos seus 3 sócios (irmãos) Denise, Douglas e Danila com o mundo dos brinquedos.

O brinquedo sempre esteve presente em nossas vidas. Muito antes de nascermos, em 1970, nosso pai, o Sr. Manoel, saiu de Cafelândia, uma pequena cidade no interior do Estado, para São Paulo, e começou a trabalhar como balconista em uma loja de brinquedos no bairro do Pari.

Em 1977, ele começou a trabalhar em uma fábrica de brinquedos em São Paulo e ficou lá por 13 anos.

Crescemos neste mundo. Eu, Douglas, que lhes conto essa história, me lembro muito de como os brinquedos sempre estiveram presentes em nossas vidas. Desde os muito pequeno, meu pai me levava algumas vezes para trabalhar com ele, e eu ficava encantado andando pelo meio do estoque da fábrica. Vendo aqueles brinquedos todos encaixotados, sentia muito orgulho do emprego do meu pai, pois eu já tinha a noção de que várias crianças iriam brincar e ser felizes com aqueles brinquedos.

Em 1989, quando eu tinha apenas 8 anos, meu pai pediu demissão dessa fábrica para realizar o sonho da vida dele, ter a sua própria fábrica de brinquedos. Assim surgiu a Mariplast, que tem esse nome com as iniciais do nome da minha mãe.

Foram anos árduos. Perdemos tudo o que tínhamos de conforto. E depois de muita luta sem sucesso, a fábrica veio parar dentro da nossa casa, e aquele estoque que eu ficava vendo na minha infância, agora estava dentro do meu quarto, na sala, no banheiro, na cozinha...... trabalhávamos juntos, eu, minhas duas irmãs, dois funcionários, meu pai e minha mãe. Voltávamos da escola, fazíamos a lição e lá estávamos nós, ajudando, colando adesivos nos carrinhos, pintando os chaveirinhos, e tínhamos muito orgulho disso!!!

Passaram-se 15 anos de luta até que no ano de 2004, e alguns anos que a fábrica estava estabelecida em outro endereço, nos formamos cada um na sua especialidade. A Danila em Pedagogia, a Denise em Psicologia e eu em Engenharia. Eu continuava trabalhando na Mariplast como técnico de manutenção das máquinas e administrava a empresa ao lado do meu Pai. Nesta época as minhas irmãs eram professoras.

A minha cabeça fervia com ideias para a minha vida. Eu tinha a mesma ambição do meu pai, eu queria ter meu próprio negócio.

Uma manhã deste mesmo ano de 2004, meu pai me contou que viu um anúncio na televisão de um curso chamado “Monte a sua loja virtual”. Naquela época, a internet engatinhava no Brasil, não existia nem se quer o Google, muito menos os smartfones e as redes sociais.

Eu juntei meu conhecimento que já tinha com programação, o conhecimento por estar inserido no mundo dos brinquedos há tantos anos, e resolvi convidar minha irmã mais velha que atuava como psicóloga, mas tinha um horário flexível, para me ajudar nessa ideia maluca....... e assim surgiu a Dedobrinquedo (DE de Denise e DO de Douglas). Esse nome foi sugestão da minha esposa, que na época era minha noiva ainda.

Colocamos a loja no ar em agosto de 2004. Montei um escritório no meu quarto com 1 computador, 1 telefone celular, 1 caderno, eu e minha irmã Denise.

Depois de seis meses, a loja já apresentava seus primeiros sinais de que ia dar certo e, então, meu Pai nos pediu que colocássemos nossa irmã mais nova, a Danila como sócia da empresa, e assim fizemos.

Os primeiros dois anos éramos só nós. Eu continuava trabalhando na fábrica com meu Pai e fazia as entregas da Dedo, e minhas irmãs se revezavam no atendimento aos clientes e também no trabalho de cada uma delas ainda exercia.

Não foi fácil. E ninguém disse que ia ser. Em 2007 estávamos praticamente falidos. Minha esposa que sustentava a casa, meus cunhados que sustentavam as casas das minhas irmãs. Não conseguíamos vencer as barreiras impostas pelo governo com toda a carga tributária e as dívidas com os bancos eram astronômicas, fora do nosso alcance. Nessa hora eu vi que eu precisava me dedicar 100% para a empresa, não podia ficar em dois empregos, pois estava perdendo a mão do meu negócio. Então saí da Mariplast, a empresa do meu pai. E minha irmã também passou a se dedicar mais horas no nosso negócio.

Então no final de 2007 montamos um plano de recuperação muito bem elaborado. Com muito esforço, suor, honestidade, transparência com nossos clientes, funcionários e fornecedores, nós conseguimos sair daquela situação, até chegarmos a ser umas das maiores varejistas de brinquedos de playground, educativos e festas do Brasil.

Os valores de nossa empresa vêm de berço, o nosso amor por brinquedos vem de berço e vamos levar isso conosco sempre.

Agradecemos cada pedido, cada cliente, e principalmente a cada gota de suor de nossos funcionários.

A nossa luta é muito grande, nosso esforço é maior ainda. Todos os dias são novas barreiras que temos que vencer. Está cada dia mais difícil se manter no mercado, o governo, os impostos, nada está a nosso favor. Mas nossa força é maior ainda, e nosso alicerce é muito forte, porque nós somos uma família, a nossa família Dedobrinquedo.